Pular para o conteúdo

O que é OKR e como aplicar na sua empresa?

“OKR” significa “Objetivos e resultados-chave”. Os OKRs são uma ferramenta eficaz de definição de metas e liderança para comunicar o que sua empresa deseja alcançar e quais tarefas suas equipe precisará cumprir para alcançá-lo. OKRs são usados ​​por algumas das principais organizações do mundo para definir e implementar suas estratégias. Neste post, vamos definir o que é, ver como são usados ​​nas empresas.

 

O que é um OKR? Definição e exemplos

É uma metodologia de definição de metas colaborativa usada por equipes e indivíduos para definir metas desafiadoras e ambiciosas com resultados mensuráveis. OKRs é a técnica que o gestor usa para rastrear o progresso, cria alinhamento e incentiva o envolvimento de toda equipe em torno de metas mensuráveis.

Independente do setor, seja operações de escritório, engenharia de software, organizações sem fins lucrativos ou mais, o método funciona da mesma forma para definir metas em vários níveis da empresa. Serve, também, para trabalhar para objetivos pessoais e podem até mesmo ser usados ​​por colaboradores para fazer as coisas em lugares onde a liderança sênior não os usa.

Quais são os componentes de um OKR? 

A Fórmula 

OKRs são normalmente escritos com um grande objetivo e 3 a 5 resultados-chave de suporte abaixo dele, ou seja, uma grande meta que é possível ser alcançada após 3 a 5 pequenos resultados alcançados. E, também, podem ser escritos como uma declaração:

Eu vou (Objetivo) medido por (Resultados principais).

Por exemplo: “Vou consertar o site, pois para a grande maioria das pessoas, conforme medido pelas pesquisa que 7 em cada 10 usuários conseguem passar, um tempo de resposta somente de 1 segundo e com uma taxa de erro de 1%”.

 

Objetivos

Um objetivo é simplesmente o que deve ser alcançado. Por definição, os objetivos são significativos, concretos, orientados para a ação e (idealmente) inspiradores. Quando adequadamente planejados e implementados, eles são uma vacina contra o pensamento confuso e a execução ineficaz.

 

Resultados Chave

Os resultados-chave avaliam e monitoram como chegamos ao objetivo. Os Key Results eficazes são específicos, com prazos e metas agressivas, mas realistas. Acima de tudo, precisam ser mensuráveis ​​e verificáveis. É possível saber se a equipe consegue atender aos requisitos de um resultado chave ou não, assim, não há espaço para dúvidas. No final da deadline, normalmente um trimestre, fazemos uma verificação regular e avaliamos os principais resultados e como foram cumpridos ou não.

Onde um objetivo pode ser  de longo prazo, prolongado por um ano ou mais, os resultados-chave evoluem à medida que o trabalho avança. Uma vez que todos eles estejam concluídos, o objetivo é alcançado.

 

Quem criou a metodologia OKR?

A metodologia OKR foi criada por Andy Grove na Intel, que ensinou a John Doerr, grande investidor americano. Desde então, muitas empresas os adotaram, incluindo Google, Allbirds, Apartment Therapy, Netflix e organizações sem fins lucrativos inspiradoras como a Code for America.

No livro “Measure What Matters”, John Doerr escreve sobre “MBOs” ou “Management by Objectives”. Os MBOs foram ideia de Peter Drucker e forneceram a Andy Grove uma base para sua eventual teoria dos OKRs. Na verdade, o nome original de Grove para eles era “iMBOs”, para Intel Management by Objectives. Apesar do nome original, Grove criou algumas diferenças importantes entre os dois, que passou para Doerr.

Grove raramente mencionou objetivos sem vinculá-los a “resultados-chave”, um termo que ele mesmo parece ter cunhado. Outras diferenças importantes entre MBOs e OKRs são que as análises são trimestrais, não anuais, e não avaliam os resultados em conjunto com o fluxo de caixa. 

Doerr foi quem criou o termo. Ele apresentou a filosofia aos fundadores do Google, em 1999. Reunidos em torno de uma mesa de pingue-pongue que também funcionava como mesa de diretoria, Doerr apresentou um PowerPoint à jovem equipe fundadora, que incluía Larry Page, Sergey Brin, Marissa Mayer, Susan Wojcicki e Salar Kamangar.

 

O que é OKR e como aplicar na sua empresa?

O que é OKR e como aplicar na sua empresa?

Quais são os tipos de OKRs?

OKRs podem ser três coisas: OKRs Comprometidos, Aspiracionais ou de Aprendizagem. OKRs comprometidos são como seu nome sugere – compromissos. Quando avaliado no final de um ciclo, espera-se que um OKR Comprometido seja aprovado.

OKRs aspiracionais, às vezes, são chamados de metas de expansão ou “moonshots”. Espera-se que o caminho para um OKR Aspiracional seja alcançado, já que ninguém mais chegou lá antes. Eles também podem ser de longo prazo e viver além de um ciclo OKR ou até mesmo ser transferidos entre os membros da equipe para aumentar o engajamento dos funcionários. É a OKR ideal!

OKRs de aprendizagem tem como resultado mais valioso aprender algo novo. Se uma equipe não tiver certeza de como proceder, eles podem definir um OKR de aprendizagem que responda: “Qual é a coisa mais importante que estamos tentando aprender nos próximos 90 dias?” Os resultados podem, então, informar um OKR Comprometido ou Aspiracional relacionado a esse objetivo no próximo ciclo.

 

Os benefícios

O método oferece muitos benefícios, incluindo clareza, comunicação aprimorada e uma estratégia coerente e transparente para toda a empresa. John Doerr sempre fala sobre o F.A.C.T.S. ao descrever os benefícios dos OKRs. F.A.C.T.S. apoia:

Foco: OKRs permitem que uma equipe apoie um pequeno conjunto de prioridades cuidadosamente escolhidas.

Alinhamento: fornecem um método para uma organização inteira alinhar seus objetivos em cada uma das camadas necessárias, com suas principais prioridades e com seu propósito final.

Compromisso: exigem um nível de compromisso coletivo de todos os setores envolvidos para escolher e cumprir as prioridades acordadas.

Rastreamento: permitem que uma equipe ou uma empresa rastreie seu progresso em direção a uma meta e saiba mais cedo quando mudar de tática.

Expansão: capacitam as equipes a definir metas que vão além do BAU – ou “business as usual” – e incentivam a fazer mudanças significativas.

Empresas que dispõem de kanban, possibilidade de criar grupos para discutir seus objetivos, como a Chat2desk, facilitam o acompanhamento e a execução desses objetivos. Além de deixar a equipe mais engajada e sabendo de tudo o que acontece de forma automática. Sendo tudo atualizado em tempo real. E ainda possibilita muitas tarefas do marketing serem feitas pelo próprio sistema já que é possível automatizar o atendimento. Fazendo com que os atendentes vejam todos os canais de comunicação que a empresa utiliza em um único dashboard. E ainda faz campanhas de marketing com os seus funis de venda.

O que é OKR e como aplicar na sua empresa? 1

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *