Letreiro em neon das startups

Todo período tem suas dificuldades, porém, o que temos percebido, é que mesmo com os muitos desafios e mudanças que tivemos nesse ano de 2020, muitas empresas cresceram. Algumas até viram na dificuldade, uma oportunidade e nasceram em meio a crise. Mas as empresas que mais crescem e em ritmo mais acelerado são as startups, basta observar! Além de tudo, ainda tem todo seu ar descontraído e a preocupação verdadeira em atender as necessidades dos clientes.

O que faz essas empresas crescerem tanto? E como manter a consistência de um crescimento contínuo? Como tirar aprendizado dessa jornada das startups que saem do zero?

Existem alguns padrões que servem como indicadores que algumas empresas irão crescer ao ponto de virar unicórnios, assim como, as que se tornaram seguiram esses padrões. Unicórnios são as empresas que em um curto espaço de tempo, acumularam capital de 1 bilhão de dólares. Então, decidimos desvendar quais são esses segredos para que você possa analisar o potencial de crescimento do seu negócio.

 

Foco na solução para o problema do cliente

Imagine você pelas ruas do Vale do Silício, em um verão quente, após um dia de trabalho exaustivo. Várias pessoas nas calçadas disputando contigo o próximo táxi, horrível, não? Foi justamente por viver os problemas da mobilidade urbana, que nasceu a Uber, após os seus fundadores tentarem solucionar seus próprios problemas. E, obviamente, problemas de muitas outras pessoas. 

E foi assim que as startups de sucesso nasceram, solucionando problemas pequenos, mas que afetava bastante o cotidiano dos usuários. E utilizando a tecnologia para criar soluções que são facilmente replicadas. 

Por isso é importante enxergar todas as necessidades dos clientes, nos mais mínimos detalhes, para que possa entregar uma boa solução. Inclusive, observe que as startups apenas aprimoraram soluções que já existiam, não inventaram a roda.

 

Faça sempre um MVP

O próximo passo é fazer uma versão teste para o seu produto ou serviço ser validado. Reúna os dados importantes para que possam captar os leads certos, crie o seu MVP Minimum Viable Product (MVP), ou Mínimo Produto Viável em português -. Assim, saberá quais melhorias irá precisar fazer. O importante é ter em mente que o principal objetivo é solucionar os problemas dos seus clientes. Isso, a propósito, é o que nos leva ao próximo ponto.

Ambiente descontraído das startups
Ambiente descontraído das startups

Preocupação com qualidade e reputação

Do mesmo modo que o número de clientes crescem rapidamente em uma empresa, cresce também, os erros e melhorias que precisam ser feitas. Seja em comportamentos específicos na construção da persona, um público que não considera o seu produto ou mesmo como a empresa se comunica com seus clientes.

É preciso estar atento o tempo todo aos feedbacks dos clientes, não só pelos canais de comunicação e suporte, mas em todo possível contato com o cliente. Se possível, criar uma comunidade para que a empresa possa interagir com os clientes. 

Muitas startups internacionais criam suas próprias comunidades, para que assim possam acompanhar de perto seus clientes e fazer deles influenciadores e membros ativos na criação de conteúdo e até mesmo de produtos.

 

Times diversos e liderança horizontal

Sendo o inverso das empresas antigamente, as startups que vem crescendo atualmente buscam ter uma gestão horizontal. Isso quer dizer que seus líderes estão frequentemente estimulando a participação de cada colaborador da equipe, em vez de falar somente com os cargos de chefia.

O modelo de gestão das startups além de ser mais cooperativa, é mais motivadora já que o colaborador participa de tudo, se sentindo mais responsável, pois todos estão comprometidos com os propósitos da empresa.

Quando se fala em grandes líderes no mundo das startups, não estão focando na hierarquia, mas na ligação genuína que cada líder tem com a sua equipe.

  • incentivando a autonomia e empoderando sua equipe;
  • promovendo diversidade e inclusão;
  • mostrando que a empresa tem objetivos para além do marketing.

 

Uso de financiamento para expandir a startup

Outra diferenças das antigas empresas é que dependiam do capital próprio para crescer, as startups que crescem rapidamente tem sempre investidores. Segundo um estudo Inside Venture Capital, realizado pelo Distrito, somente no primeiro semestre de 2020, mais de 7000 milhões de dólares foram investido em startups só no Brasil. Em meio a uma pandemia, mesmo que muitas dessas empresas ainda em early stage, ou seja, ainda não gera lucro o suficiente por o negócio está começando agora. A verdade é que muitas empresas crescem na crise e os investidores querem fazer parte desse crescimento, lucrando, assim, bem mais do que investiu. E ter maior participação, por ter comprado em uma época que ninguém estava. 

Além de poder ter investimentos, as startups estão sempre em transformação, se lapidando. Não à toa são comparadas a diamantes, sempre são exigidas por mais resultados e manter a competitividade para ganhar os seus aportes, pois podem sempre alterar seus produtos e processos.

Ambiente inovador das startups

O ambiente de trabalho nas startups também são bem diferentes, há flexibilidade de horários, liberdade para darem suas opiniões, não existe uniforme. Por isso tantos talentos querem trabalhar nesse meio e ainda tem uma cultura que incentiva buscar sempre o conhecimento.

Diferente das empresas tradicionais, as startups fazem parceria com outros setores e desenvolvem novas habilidades. Seus processos são menos complicados e burocráticos. 

Um exemplo, enquanto as empresas tradicionais optam por utilizar uma comunicação com o seu cliente mais fria, em suporte por telefone ou email.

As startups não só utilizam um modo mais caloroso, interagindo muito nas redes sociais, basta acompanhar como é a comunicação da Nubank e da Netflix. Como, também, utilizam o canal de comunicação que as pessoas mais utilizam no momento. Podemos ver, inclusive, muitas empresas utilizam o WhatsApp. Inclusive, startups crescendo e criando serviços que ajudem nesse atendimento, como é o caso da Chat2Desk.


Em que oferecem serviço de atendimento ao cliente por inúmeros canais. Ou seja, omnichannel, seu cliente pode entrar em contato com a sua marca por Instagram, WhatsApp, Messenger, Telegram entre outros. E os seus colaboradores receberão as mensagens de todos os canais em uma única tela, facilitando, assim, todo o atendimento. E ainda contam com os chatbots para resolverem as questões simples, mandarem mensagens personalizadas a sua base de clientes.

Como as startups crescem tanto? 1

Related Post

    Leave a Comment

    Artigos recentes

    Atendimento ao cliente
    Black Friday: como se preparar
    Como as startups crescem tanto? 2
    Black Friday chegando
    Cliente utilizando WhatsApp Business para fazer compras