O instagram sendo útil nas compras dos clientes

Não é de hoje que o Instagram vem se mostrando uma grande ferramenta de venda. No período atual, em que muitas lojas estão com suas portas fechadas, as redes sociais se transformaram no maior ambiente comercial. Segundo uma pesquisa da Abcomm e pelo Movimento Compre&Confie, o primeiro trimestre de 2020, o comércio eletrônico cresceu mais de 100% comparado ao mesmo período do ano anterior. 

O comportamento do consumidor vem mudando rapidamente, o que todos estavam acostumados a comprar na internet, os eletrônicos, teve uma queda de 20% a 50%. Já produtos como utensílios de casa, comida e produtos de farmácia, aumentou significamente as vendas. No entanto, muitos dos estabelecimentos que vendem esses produtos que tem sido mais demandados na quarentena, praticamente, não investiam em redes sociais, principalmente no Instagram, isso quando investem. 

Muitos empreendedores ainda veem as redes sociais, apenas, como uma etapa de construção da marca. Quando, na verdade, não só é parte importante para construção de relacionamento com o cliente e atendimento, como, também, para captar clientes e realizar vendas. A tendência não é só permanecer assim, como potencializar cada vez mais e ser mais determinante nas pesquisas sobre determinada marca. Sendo um fator de decisão na compra

 

O poder das redes sociais

Desde 2004, as redes sociais vem crescendo aceleradamente e a cada ano surgem novas plataformas. Por isso, é importante ter um direcionamento, saber onde está o seu público, quais redes sociais valem a pena investir e como adequar o conteúdo para cada formato. E o principal, ter alcance e conteúdo entregue para esse enorme público em potencial.

Pois, algumas redes sociais já estão consolidadas, como o Instagram. Onde estão grandes marcas, criadores de conteúdos que vendem seus infoprodutos e marketplaces. Além de já ter uma cartilha de como se trabalhar nessas redes sociais, você tem uma audiência gigante e que está habituada para o consumo, não só de conteúdo

Por outro lado, lá a concorrência é maior, pois tem influencers, usuários e grandes marcas. Exigindo muita dedicação de quem quer se destacar. Outras redes sociais estão nascendo e é bom estarmos lá, mais para chegar antes do que para realizar vendas em si, é como um branding. Logo, saberemos, então, onde demanda mais esforços e onde só estamos esquentando a audiência para daqui alguns meses.

Para se ter uma ideia da força das redes sociais, 42% da população mundial utilizaram, no ano passado, as redes sociais mais usadas: Facebook e Instagram. Em média, cada usuário fica mais de 2 horas e 22 minutos nas redes sociais, por dia. A importância é tanta, que 73% das marcas mais usadas no mundo, afirmaram que o retorno sobre o investimento nas redes sociais são positivos ou muito positivos.

As marcas já veem as redes sociais como parte integrante de qualquer planejamento estratégico de marketing, pois já são meios de pesquisas que todos clientes utilizam antes de realizar uma compra. Pois além de verem a trajetória da marca, leem feedbacks, como é o comportamento das pessoas que gostam e não gostam, podem ver opções de produtos e promoções. Ou seja, as redes sociais é a vitrine da sua marca e precisa ser trabalhada como um dos pilares do marketing. 

Empresas ganhando clientes com o instagram
Empresas ganhando clientes com o instagram

Quando a marca usa as redes sociais dialogando com os seus clientes, ele se sente ouvido. E isso ajuda muito na construção de fãs e comunidade da marca, sendo assim, as redes sociais ajudam a fidelizar os clientes e ao seus clientes influenciar outras pessoas usarem a sua marca. Por isso é tão vantajoso. 

Agora se a sua pergunta é, mas quais rede sociais devo usar? Bem, apesar do Facebook ser a rede social mais utilizada no mundo. O Instagram é o grande dominante das interações entre usuários, principalmente, por conta dos stories e, agora, do Reels. Além de ser a segunda rede social mais utilizada por brasileiros. O Instagram é, também, a rede social mais utilizada por influenciadores, criadores de conteúdo e marcas para vender. Os adesivos, perguntas e enquetes ajudam muito a criar interações e aproximação entre os usuários. Por isso, vamos falar um pouquinho das novidades que a ferramenta está trazendo para ajudar seus usuários a entregar a melhor experiência. 

 

Instagram Shops

Nos EUA, já foi liberado a opção de checkout direto no aplicativo, facilitando a compra pelo Instagram Shops. Antes, já era possível ver todas as informações dos produtos e salvar os preferidos, mas ainda era preciso ir para um site para efetuar o pagamento. Sendo que nesse processos, muitas compras se perdem. 

No Brasil, a opção ainda não foi liberada e acreditasse que só será, após a liberação do WhatsApp Pay, que foi proibido de ser utilizado pelo Banco Central. De qualquer forma, você pode enviar notificações as pessoas sobre as próximas promoções e eventos, promover ou mesmo pedir para os criadores de conteúdo marcarem seus produtos em seus posts. 

 

Live Shopping: compras enquanto assistem às lives

Até hoje, a única forma de apoiar criadores de conteúdos era através de comentários, curtidas e compartilhamentos. Recentemente, foi possível fazer doações a organizações sem fins lucrativos. Agora, será possível o usuário comprar durante as lives. Facilitando a venda dos infoprodutos, a grande febre do Instagram, ou algum produto que um influenciador ou marca esteja lançando por meio da ferramenta

 

IGTV no Instagram Ads

O IGTV além de gerar monetização para os criadores de conteúdo, assim como o Youtube. Agora, poderão ser anunciados. Visando facilitar o trabalho dos criadores de conteúdos que querem ter mais alcance. O Instagram vai liberar os anúncios nesse formato, com duração de 15 segundos e aparecerá a prévia no feed. 

 

Aba Guia no Instagram versão mobile 

Outra novidade para esse ano é a aba guia, o espaço foi criado em um primeiro momento para ajudar ONGs e criadores de conteúdos a falarem sobre bem estar durante a pandemia. Agora, o Instagram pretende liberar a todos os creators. Por ter espaço de um conteúdo mais extenso, o Guia pode ser um blog, newsletters ou mesmo um guia. Além disso, outros creators pode publicar no seu guia, com a sua permissão é claro. Para complementar a informação. Além de poder compartilhar nos seus stories e os seguidores também.

Como sempre, o Instagram costuma liberar bastante o alcance das novas ferramentas para que, assim, possa ser entregue para mais seguidores. Logo, sua marca é vista por mais pessoas. Sempre utilize essas ferramentas e interaja com os seguidores. A melhor ação para manter a entrega de seus conteúdos é no direct, é lá que está o ouro. Mas sabemos que é difícil uma empresa conseguir dar conta de todas as interações.

Nesses casos, o melhor é contratar um serviço de atendimento digital, como a da Chat2Desk, que é parceira do Facebook e permite você mandar directs padrões. Além de ter vários atendentes cuidando de uma única conta. Otimizando o atendimento, entregando melhor experiência ao cliente e mais qualidade ao trabalho dos colaboradores.

Instagram: o poder da ferramenta nas vendas 1

Related Post

    Leave a Comment

    Artigos recentes

    WhatsApp com suas novas atualizações
    Buzz Marketing: a estratégia de deixar sua marca na mente das pessoas
    colaborador utilizando o tom de voz da marca para se comunicar
    Gestor trabalhando os pontos de contatos da empresa
    Magazine Luíza saindo a frente com o comércio eletrônico